ASASTEL

       


MARÇO VERDE:
MÊS DA HIDRATAÇÃO


BEBER ÁGUA PREVINE DOENÇAS

A água serve para:
transportar nutrientes às células;
limpar o corpo das substâncias tóxicas;
melhorar o funcionamento dos rins;
ajudar na digestão;
prevenir câimbras;
proteger o coração;
melhorar o funcionamento do intestino;
aumentar à resistência física;
regular a temperatura;
lubrificar e controlar a pressão sanguínea.

A pessoa idosa sente menos sede devido à "hipodipsia" que é a diminuição do número e da sensibilidade de receptores corporais responsáveis pelo controle da sede. Por isso, o idoso é mais propenso à desidratação.

No Brasil a desidratação é um dos 10 diagnósticos mais frequentes na hospitalização de idosos.

Sintomas de desidratação no idoso:
Tonturas
Diminuição da produção de urina
Olhos fundos
Pressão Arterial Baixa
Desenvolvimento de infecção urinária

Sinais de desidratação grave no Idoso:
Câimbras musculares graves
Confusão Mental
Perda de Consciência e até Convulsões

Recomendações para evitar a desidratação no idoso:
Beba pelo menos, 8 copos (2 litros) de líquidos por dia.
Os líquidos podem ser:
      água pura;
      água saborizada (limão, laranja, maçã, gengibre, hortelã, manjericão, legumes de sua preferência);
      sucos, refrescos;
      leite, chás, água de coco.
Fracione o consumo: beba poucas quantidades de líquidos, várias vezes ao dia.
Deixe as bebidas próximas em utensílios de fácil manuseio.
Quando a umidade relativa do ar estiver baixa aumente a ingestão de líquidos.

Fonte: Dr. José Eduardo Martinelli; Nutricionista Karina Bandin (Internet).

Endereço: Av. Pres. Vargas, 290, 9º andar - Centro, Rio de Janeiro - RJ, 20091-060
Telefone: 55 21 2283-3070 || 0800 000 3390 (todos os DDDs, exceto RJ)
E-mail: asastel@asastel.org.br